A Águia de ouro na porta de Templo

Herodes fez de tudo para bajular o império romano. Ultrapassou limites a ponto de colocar uma águia de ouro na porta do Templo, essa foi demais! Resistiram-lhe e ele respondeu com violência.

Não consigo ler o passado sem pensar no presente.

Os “herodes” que andam por aí deveriam lutar por seu povo, não sendo subservientes a nações opressoras. Os que acham que nos representam na Fé nos abusam colocando logo na porta do Templo material profano, que envergonha nossa Fé, a história dos cristãos.

Os púlpitos que antes eram ninhos de Amor e ensino das Boas Novas estão se tornando palanques de gente que está mais perto de “Roma que de Jesus. Gente que não deveríamos deixar entrar nas igrejas nem pintados de ouro.

Podemos ser atacados, violentados pelas duras palavras de quem confunde o poder de nos representar com truculência, farisaísmo com o Evangelho que liberta (do egoísmo, do ódio, do preconceito e maldade); Política com religião. Nosso poder é de outra natureza. Não procuramos matar ninguém, servimos àquele que morreu por nós. Rendemos nossa vida ao governo Dele. Venha sobre nós o teu Reino.

“Respondeu-lhes Jesus: Ide e dizei a essa raposa: Eis que vou expulsando demônios e fazendo curas, hoje e amanhã, e no terceiro dia serei consumado”. Lucas 13:32

Pregamos o contrário de Roma, somos do Amor, assim resistimos.

Na Terapia de Cristo

André Luiz